segunda-feira, 6 de julho de 2009

Eu ou tu apenas...

Reticencias
Talvez um final inesperado
Talvez um futuro que nunca será
Dai as duvidas ...talvez eu seja mesmo isso
Não tenho medo de receber o que me queres dizer
Posso não ter e peito que consiga conter tanto
Medo de não ser o grande que chegue para sentir tanto
AS praias e castelos não se fazem de sonhos
Mas de mãos que se querem juntas
Não se fazem na imaginação
Mas sim em olhares conjuntos
Não é a musica que se torna bonita
E apenas notas soltas
Só quem a ouve a faz um melodia
Só quem a quer ouvir a pode tornar única
A eternidade de uma palavra não o é mais que isso
Ser proferida para sempre
Sem isso apenas é mais um conjunto de palavras
Pois mais livre que seja o mundo
Tudo se prende nos sentimentos
Tudo e livre no que sentimos
E isso...quem sabe para sempre escravo do mundo
Tudo se transforma...apenas para ficar igual
Apenas ...

3 comentários:

diana disse...

Adorei este poema.
Tão... suave, tão bom.

BlueShell disse...

Lindo, ternurento, apaixonado e ...cativa pelo encanto que transmite.
A melodia somos nós quem a faz...assim como os sonhos...
BELO!

Kika disse...

Ola querido Edu...
mto obrigada pelo teu comentario e sei bem q tens razao, contudo ha coisas q nao me deixam pensar... mas ja esta tudo "bem" ;)

um beijinho grande e continua a escrever

Date and Time

duas penas...


 

Design by Amanda @ Blogger Buster